A Empresa

A Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação – Emgetis é mais do que um órgão que operacionaliza recursos e soluções de Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC). A atividade fim da empresa, vinculada à Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag),
alcança a promoção das melhores práticas de trabalho e gerenciamento de TIC, sendo legalmente responsável por cuidar da Governança da área e prestar serviços corporativos no âmbito do Governo Estadual.

A Emgetis cumpre um papel voltado para inovação em termos de TIC, pois nasceu com uma estrutura administrativa diferenciada e se volta para uma metodologia de trabalho moderna, baseada na gestão de projetos e processos. Além disso, a empresa tem como prerrogativa, encarar a TIC como um elemento estratégico na busca por bons resultados e, consequentemente, viabilizando a melhor prestação do serviço público ao cidadão.

 

Identidade Organizacional

Missão

Promover a Governança e viabilizar soluções corporativas de Tecnologia da Informação e Comunicação para a Administração Pública.

Visão

Ser excelência em Governança e soluções corporativas de TIC na Administração Pública, através de inovação e da aplicação das melhores práticas.

Valores

Espírito Público, Ética, Austeridade, Empreendedorismo, Profissionalismo, Comprometimento, Reconhecimento profissional, Espírito colaborativo, Responsabilidade socioambiental.

 

História

A história da Emgetis é bastante recente, já que foi criada efetivamente em 27 de novembro de 2008, a partir da transformação da antiga Companhia de Processamento de Dados de Sergipe (Prodase) em empresa pública, com o registro na Junta Comercial do Estado de Sergipe. No entanto, a Lei nº. 6.396 de 04 de abril de 2008 já autorizava essa transformação.

Herdeira de uma estrutura antiga, a Emgetis surge após um longo cenário de transformações. O princípio de todo o processo aconteceu em 21 de dezembro de 1977, por meio da Lei nº 2.147, que criava a Sociedade de Economia Mista denominada Prodase, com objetivo de organizar as atividades de informática e de processamento de dados no âmbito da administração estadual direta e indireta.

Em 26 de agosto de 2004, através do Decreto-lei nº 5.414, o então governador criou a Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe (Agetis), uma autarquia de regime especial da administração estadual, que assumiu as atividades da Prodase.

Em 02 de abril de 2007, após a Reforma Administrativa elaborada pelo governador Marcelo Déda Chagas, a Agência passou a ser vinculada à Secretaria de Estado da Casa Civil e foi designada para coordenar as políticas públicas na área de Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs).

Já em 02 de janeiro de 2008, visando garantir o vínculo empregatício dos servidores públicos estaduais concursados para a Prodase, o governador Marcelo Déda promulgou a Lei nº 6.336, que extinguiu a Agetis e trouxe de volta a Prodase. De acordo com o decreto, a Prodase assumiu todos os bens, direitos e obrigações da extinta Agetis.

Atualmente, a Emgetis cumpre um papel voltado para inovação em termos de TIC, pois nasceu com uma estrutura administrativa diferenciada e se volta para uma metodologia de trabalho moderna, baseada na gestão de projetos e processos. Além disso, a empresa tem como prerrogativa, encarar a TIC como um elemento estratégico na busca por bons resultados e, consequentemente, viabilizando a melhor prestação do serviço público ao cidadão.